quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

MISSES DE MARICÁ RECEBERÃO MOÇÕES DO VEREADOR ROBSON DUTRA

Monica Brione - Miss Maricá Senior, Pery Salgado (produtor),
Leticia Moreira - Miss Maricá Plus Size, Fernanda Silva (acima) - Miss Maricá
Plus Size Senior e Danielle Antunes - Miss Fluminense Plus Size serão agraciadas
Na quarta feira 14 de dezembro, última sessão da Camara de Vereadores de Maricá em 2016, acontecerá a entrega das Moções de Aplauso e Reconhecimento dadas pelo vereador Robson Dutra (PTN) às misses de Maricá no biênio 2015/2016.
Serão agraciadas as misses DANIELLE ANTUNES pela conquista do título de MISS FLUMINENSE PLUS SIZE 2015. Danielle também é Miss Maricá Plus Size 2014 e Miss Região dos Lagos Plus Size 2014.
- PÂMELLA PEIXOTO pela conquista do título de MISS MARICÁ PLUS SIZE 2015 e MISS REGIÃO DOS LAGOS PLUS SIZE 2015
- ERICA SILVA pela conquista do título de MISS MARICÁ 2015 e vice campeã do MISS BRASIL NOVO MUNDO 2015
- MONICA BRIONE pela conquista do título de MISS MARICÁ SENIOR 2016 
- MAISA PEREIRA pela conquista do título de MISS MARICÁ 2016
- LETICIA MOREIRA pela conquista do título de MISS MARICÁ PLUS SIZE 2016 e
- FERNANDA SILVA pela conquista do título de MISS MARICÁ PLUS SIZE SENIOR 2016.

O produtor e jornalista Pery Salgado (PR PRODUÇÕES), também receberá a honraria pelos trabalhops realizados em prol da cultura e beleza no município de Maricá.

A entrega acontecerá após o término da última sessão legislativa de 2016 (que começará às 16 horas), no plenário Tiradentes, na Camara de Maricá e foi aprovada por unanimidade pelos vereadores na sessão de 28 de novembro passado.


terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Tonturas podem ser sinal de alerta para doenças graves


Provavelmente, alguma vez você já se sentiu tonto ao sentar ou ficar de pé bruscamente — principalmente se isso aconteceu num dia de muito calor. Episódios momentâneos de tontura são comuns e normais, mas há situações em que o sintoma pode ser um sinal de alerta para algo mais grave. Por isso, é importante procurar um médico, se a instabilidade se tornar frequente.
— Tonturas são a terceira queixa mais comum em consultórios e ambulatórios. Só perdem para dor e febre — diz o clínico geral Marco Aurélio Chame, da Clínica Médica do Hospital São Francisco na Providência de Deus.
De acordo com o especialista, tontura é um termo vago, que pode se referir a sensações de atordoamento, cabeça leve, instabilidade, queda iminente, flutuação e impossibilidade de andar em linha reta (desvio da marcha).
— A tontura é a sensação de alteração do equilíbrio corporal, sem caráter rotatório. Já a vertigem é um tipo de tontura, com a impressão de que o corpo ou os objetos ao redor estão girando — esclarece a neurologista Carla Jevoux, da Clínica da Dor de Cabeça do Rio de Janeiro.
O equilíbrio é mantido por três órgãos: olhos, labirinto (parte da orelha interna) e cerebelo (região do cérebro que permite a propiopercepção, ou seja, a percepção do organismo em relação ao espaço). Alterações em qualquer um desses sistemas podem causar tonturas. Vertigens são características de doenças no labirinto.
Detalhamento dos sintomas ajuda o médico
De acordo com o otorrinolaringologista Pedro Luiz Mangabeira Albernaz, do Hospital Israelita Albert Einstein, sentar ou levantar rapidamente pode fazer com que o organismo demore a fazer ajustes na circulação sanguínea, necessários devido à gravidade. Com isso, o cérebro fica com vascularização insuficiente por alguns instantes.
— Algumas tonturas levam tempo para se repetir. Outras são socialmente incapacitantes e podem causar acidentes.
Prestar atenção aos sintomas e relatá-los para o médico é fundamental para o diagnóstico, o tratamento e a prevenção.
— Informações sobre o que desencadeia a tontura, se tem algo que a pare, frequência das crises e duração são essenciais — diz Chame.
Segundo Carla Jevoux, o primeiro procedimento para o diagnóstico é submeter o paciente a exame de sangue com pesquisa de hormônios, gordura e glicose. A investigação da coluna cervical e de enxaquecas também é necessária. Para a oftalmologista Keila Carvalho, secretária-geral do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, crianças com tonturas não devem fazer exames neurológicos complexos, como ressonância magnética, sem antes consultar um oftalmologista.
Saiba mais
Tonturas afetam mais o sexo feminino: são duas mulheres para cada homem atingido. As crises podem ocorrer desde a infância até a terceira idade, sendo mais comuns entre 40 e 80 anos. Tonturas associadas a zumbidos aumentam a partir dos 75 anos.
Quem passa muito tempo navegando pode sentir tonturas ao pisar em terra firme. Trata-se do "mal do desembarque": como o corpo se acostumou ao balanço do mar, ele precisa de um tempo para o sistema nervoso central readaptar o equilíbrio.
Tumores na cabeça e doenças degenerativas, como Parkinson e esclerose múltipla, também podem provocar tonturas, assim como problemas vasculares que diminuem o aporte sanguíneo para o cérebro.
A baixa quantidade de líquido no organismo reduz o volume de sangue circulante, o que pode prejudicar a oxigenação do cérebro e causar tontura.
Problemas emocionais, ansiedade e síndrome do pânico desencadeiam situações que podem comprometer o labirinto, o cerebelo ou o sistema visual, trazendo instabilidade.



Mulher vai parar no hospital por ‘overdose’ de água


Você muito provavelmente passou toda a vida ouvindo que quanto mais água melhor, certo? Errado. Uma mulher de 59 anos teve que ser internada após beber água demais. O excesso de líquido — mais de 300ml a cada meia hora — fez com que ela tivesse sintomas de uma intoxicação urinária.
Durante as 24 horas que passou internada — com vários períodos de que a paciente não se lembra—, ela contou que queria fazer uma desintoxicação, mas acabou colocando sua saúde em risco, com níveis de sódio muito abaixo do considerado normal, uma perigosa condição chamada hiponatremia.

Uma vez liberada do hospital, a recomendação foi beber apenas um litro de água por 24 horas, mas a paciente recuperou os índices considerados saudáveis de sódio no sangue em apenas 13 horas.
Esse caso prova que o mantra “Tudo demais faz mal” não sobreviveu a anos e anos de dietas malucas que circulam por aí em vão. As informações são do jornal "Metro".

BELEZA MADURA: NÚBIA ÓLIIVER LINDA AOS 43


Núbia Óliiver está mais poderosa do que nunca. Aos 43 anos recém-completados, a modelo posou sexy em um ensaio, com direito a um vestido transparente que deixou evidente toda a sua boa forma.


Para manter o corpão após os 40, Núbia entrega seu segredo: "Sempre me movimento nos meus treinos e sou figurinha fácil em clínicas de beleza. Não curto dietas loucas e muito rígidas porque gosto de ser feliz, por isso tenho a lei da compensação. Se exagero num dia, me recupero nos dois próximos com muita salada, líquido e cortando carboidratos".


Adepta dos rituais de beleza desde os 28 anos, Núbia provoca ao dizer que o sexo após os 40 é bem melhor. "Hoje colho os frutos. Em muitas entrevistas, sempre dizia que era louca para chegar aos 40, pois o sexo ficaria mais intenso. Hoje vejo que isso é um fato", conta ela, que assumiu recentemente o namoro com um empresário durante uma viagem ao Peru.


"Estou muito mais gostosa em todos os sentidos e mais calma, porém mais intensa. Aproveitando a experiência e usando cada minuto a meu favor", garante.

Aos 43, Núbia Ólliver dispara: 'Se estou na idade da loba, sou ótima em uivar'

Quarentona, musa garante não se preocupar com idade: 'Apaixonada pela imagem da Núbia que vejo no espelho'.



Quando o assunto é sensualidade, Núbia Ólliver gosta de provocar. Aos 43 anos recém-completados, a musa - uma das participantes da primeira edição da "Casa dos Famosos" (lembra?) - está com a autoestima lá em cima e feliz com sua maturidade.


"Dizem que estou na idade da loba... Acho ótimo, combina comigo. Sou ótima em uivar", dispara, aos risos. "Chego aos 43 anos na melhor forma física que poderia chegar. De bem comigo mesma e apaixonada pela imagem da Núbia que vejo no espelho", diz, confiante.


Para os assanhados de plantão, um aviso: a musa está comprometida. Há pouco tempo, ela assumiu namoro com um empresário paulista durante uma viagem ao Peru. "Hoje posso afirmar que sou a protagonista da história da minha vida"

Para conferir mais fotos desta linda loba, acesse:
http://asgatasdoculturarteen.blogspot.com.br/2016/12/aos-43-recem-completados-nubia-oliiver.html




segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Conmebol confirma: Chapecoense é a campeã da Sul-Americana

Equipe catarinense garantirá US$ 2 milhões (cerca de R$ 7 milhões) pela conquista


A Conmebol anunciou no início da tarde desta segunda-feira a Chapecoense como campeã da Copa Sul-Americana de 2016. A decisão foi tomada pelo conselho da entidade após a uma reunião e homenageia o clube que foi impedido de disputar a final da competição por causa do trágico acidente aéreo que vitimou boa parte de sua delegação no início da semana passada.

Além de premiar o time catarinense com o maior título de sua história, a decisão da Conmebol renderá à Chapecoense uma importante quantia financeira neste momento de reconstrução. Com o título declarado, o clube garantirá cerca de US$ 5 milhões em premiações no total.

"A Confederação Sul-Americana de Futebol confirma que o Conselho da Conmebol, em sua qualidade de autoridade permanente encarregada de fazer cumprir os estatutos da instituição, decidiu declarar a Associação Chapecoense de Futebol campeã da edição de 2016 da Copa Sul-Americana", explicou a Conmebol em nota.

Com o título, a Chapecoense disputará em 2017 a Libertadores pela primeira vez em sua história, e entrará diretamente na fase de grupos. O clube também se garantiu na Recopa Sul-Americana do ano que vem, justamente diante do Atlético Nacional, da Colômbia com quem estabeleceu uma relação de irmandade neste momento doloroso. Por fim, os catarinenses jogarão, também na próxima temporada, a Copa Suruga, contra o campeão da Copa da Liga Japonesa.

Ao decretar a conquista da Chapecoense, a Conmebol também estabeleceu que o clube catarinense receberá "todas as prerrogativas esportivas e econômicas" que o título garante. Desta forma, não só o time catarinense garantirá os US$ 2 milhões (cerca de R$ 7 milhões) pela conquista, como também as quantias referentes à classificação para a Libertadores, para a Recopa e para a Copa Suruga.

Parte fundamental nesta decisão da Conmebol, o Atlético Nacional também foi reconhecido pela entidade. No comunicado, a confederação anunciou que dará ao clube colombiano "o reconhecimento extraordinário do prêmio 'Centenário Conmebol para o Fair Play'".

"Para a Conmebol, não há maior prova de 'espírito de paz, compreensão e jogo limpo', listados como objetivo de nossa instituição, que a solidariedade, a consideração e o respeito exibido pelo Club Atlético Nacional da Colômbia com seus irmãos da Associação Chapecoense de Futebol do Brasil", explicou.

Imediatamente após o trágico acidente aéreo, o Atlético Nacional pediu que o título sul-americano fosse dado ao clube brasileiro, e a Conmebol confirmou ter recebido esta requisição. Por isso e por todas as homenagens prestadas pelo time de Medellín desde então, o premiou com esta honraria e com US$ 1 milhão.

"Na quarta-feira, 30 de novembro, a Conmebol recebeu uma carta do Club Atlético Nacional, dirigida ao senhor Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, pedindo que a confederação 'entregasse o título da Copa Sul-Americana à Associação Chapecoense de Futebol como prêmio honorífico a sua grande perda e homenagem póstuma às vítimas do acidente fatal que enluta nosso esporte'."

Impedida de disputar sua primeira final internacional, a Chapecoense tem neste título, o mais importante de sua história, um pequeno alento após tragédia que a acometeu no início da semana passada. Na madrugada de segunda para terça-feira, o avião que levava o time para Medellín, para a primeira partida da decisão, caiu nas cercanias da cidade e matou 71 pessoas. A maioria delas, membros da delegação e profissionais da imprensa brasileira.

Sobrinha de Roberta Close, Carolina Gambine reproduz fotos famosas da tia para homenageá-la


Um dos maiores ícones de beleza que o Brasil já teve completa 51 anos na quarta-feira. Para homenagear Roberta Close, a sobrinha legítima da ex-modelo, Carolina Gambine reproduz algumas fotos feitas pela tia ao longo da carrreira, desde que surgiu no início dos anos 80. A homenagem revela uma semelhança impressionante entre elas. “Meu pai, irmão de Roberta, era a cara dela. Por isso somos tão parecidas”, diz a morena, que perdeu o pai quando ele tinha apenas 26 anos.


É inegável que, além da semelhança física, Carol herdou da tia famosa o gosto por modelar. “Gostaria de ser atriz, mas eu me sinto melhor tirando foto”, diz a jovem, que relutou a aceitar este ensaio temendo ser acusada de usar o nome da tia para se promover. "A Roberta é única. Nunca quis usar o nome da minha tia para isso, mas as coisas aconteceram naturalmente. Não busquei a fama".
Formada em Cenografia, a gata vive com o avô, pai de Roberta, no Bairro de Fátima, no Centro do Rio, onde mora boa parte da família da ex-modelo. A tia vem de Zurique, na Suíça, visitar os parentes pelo menos duas vezes ao ano. “Ela sumiu da mídia depois que disseram que ela estava feia, com botox demais. Roberta é linda e ficou magoada”, entrega Carolina.



Para a sobrinha, outro fator que ainda incomoda Roberta Close é o preconceito. "Muitos ainda fazem questão de falar com ela no masculino, o que eu acho completamente errado. É a maior falta de respeito. Ela foi pioneira na questão da adequação de gênero. Roberta é a maior prova de resistência. Como sobrinha, tenho muito orgulho dela e de sermos parecidas fisicamente. Só que ainda existe preconceito, sim, e isso afasta minha tia do público”.




domingo, 4 de dezembro de 2016

Pernas, pra que te quero! 8 dicas para deixar as pernas lindas e saradas


Toda mulher sonha em ter pernas lindas, lisinhas e sem marcas, iguais as das grandes estrelas da moda e beleza, mas para conseguir isso é preciso ter determinação e disciplina. Seguem algumas dicas preciosas que ajudarão você a obter este resultado e poder desfilar por aí de minissaia e shortinho.


1. Adeus aos pelos
Escolha um método de depilação seguro, que evite queimaduras, lesões ou alergias. O laser, como método definitivo, costuma ser uma boa opção. Se prefere descolori-los, não esqueça de retocar a cada 15 dias - tempo em que escurecem de novo.


2. Meias de compressão graduada
-São indicadas para quem deseja garantir a saúde das pernas, prevenindo e/ou tratando as varizes, principalmente para quem trabalha muito tempo em pé ou sentada- explica Dr. José Luiz Cataldo, cirurgião vascular da Unicamp. Além disso, há meias-calças de compressão disponíveis no mercado, coloridas ou transparentes, com design anatômico - modelador, que podem ser usadas como acessório, deixando as pernas mais bonitas e definidas.


3. Hidratação sempre
Não há nada mais chato do que descamações que deixam as pernas esbranquiçadas, por isso abuse do hidratante. Se tiver tempo, o é ideal passar o produto pelo menos duas vezes ao dia - de manhã e antes de dormir.

4. Esfoliação a cada 15 dias
É necessária para evitar pelos encravados. O ideal é esfoliar as pernas no dia anterior à depilação. Uma dica caseira é usar açúcar cristal com um pouco de hidratante, ou um óleo de massagem.


5. Em movimento
Os músculos das pernas agradecem quando elas são movimentadas. Caminhadas, corridas, aulas de ginástica, spinning, musculação, subir e descer escadas ou futebol previnem a celulite, e evitam a flacidez.

6. Alimentação correta e muita água
Mantenha uma dieta equilibrada pois, quando se ganha peso, as pernas também sofrem com o aparecimento de celulite, estrias e acúmulo de gordura localizada, além de sustentar os quilinhos extras. E não se esqueça de beber água, para hidratar a pele.


7. Salto alto: um dilema
Eles deixam as pernas mais bonitas, pois reforçam as curvaturas. Por outro lado, se usados diariamente, podem resultar em varizes, inchaços, desconforto e dor. Pode usar, é claro, mas não abuse.

8. Proteção solar
É essencial para evitar o câncer e o envelhecimento precoce da pele. O ideal é passar o produto meia hora antes da exposição solar para que seja bem absorvido pela pele.



BELEZA MADURA: Núbia Óliiver impressiona com corpão aos 40


Nubia Óliiver é referência de beleza para as mulheres que já passaram dos 40, exibindo um corpo perfeito aos 42 anos. A modelo falou de sua dieta e de sua intimidade nessa fase da vida.


"Em muitas das minhas entrevistas sempre dizia que era louca pra chegar aos 40, pois o sexo ficaria mais intenso por tudo que li e aprendi. E isso é um fato! Hoje me sinto muito mais gostosa em todos os sentidos. Sou mais calma, porém mais intensa. Aprendi como aproveitar cada minuto a meu favor. O tempo está a meu favor, me fazendo muito bem", disse Núbia.


A beldade também falou sobre sua dieta. "Minha dieta é simples, como de tudo sem exageros. Até dois carboidratos por dia, muita proteína e refeições de três em três  horas. Agora se tenho vontade de comer algo, como, não sou neurótica. Não fico me pesando, conferindo as medidas. Espelho e minhas roupas são as medidas certas", afirmou. 

Núbia Óliiver faz ensaio nua e declara: 'Ousar sempre foi meu forte'
'O mundo evoluiu e a sensualidade está presente em tudo', disse a modelo de 42 anos ao EGO ao falar sobre as fotos ousadas.


Núbia Óliiver posou para uma campanha usando apenas um sapato de salto alto. Assim mesmo, completamente nua. A intenção era chamar atenção para o calçado, mas o que roubou a cena foi o corpo da modelo de 42 anos. Núbia usou toda a sua sensualidade ao explorar uma parte do corpo, que segundo ela, os homens e as mulheres admiram muito: os pés.


Ao EGO, ela, que também causou ao posar recentemente só usando um colar de pérolas, falou sobre o assunto: "Pé sempre fez parte dos fetiches masculinos e o sapato está na lista dos itens mais consumidos pelas mulheres. Fazer essa campanha, usando meu corpo de uma forma sensual e provocando o imaginário masculino e feminino, quebra algumas formas tradicionais que as marcas usam em seus editoriais".


Núbia, que revelou ao EGO que fez um aborto ao descobrir que esperava um bebê do ator Alexandre Frota, também comentou a ousadia dos cliques e não poupou elogios ao fotógrafo. "O mundo evoluiu e a sensualidade está presente em tudo. Ousar sempre foi meu forte. As lentes do fotógrafo Renato Moretti são capazes de te deixar nua de uma forma incrível. Mas isso tem que ter sintonia entre ambas as partes", disse Núbia, que recentemente disse ter sido vítima de um calote de um amigo no valor de R$ 350 mil.

sábado, 3 de dezembro de 2016

Boate terá que indenizar transexual obrigada a pagar ingresso masculino

'Eu fui vista como um homem folgado', diz jovem; decisão cabe recurso.
Branca Brunelli tem laudo que atesta transtorno de identidade de gênero.



A Justiça determinou que a boate Banana República de Campinas (SP) pague uma indenização por danos morais a uma transexual que foi obrigada a comprar ingresso masculino para entrar no estabelecimento. A sentença do juiz Fabricio Reali Zia, da 2ª Vara Cível, foi publicada na semana passada, um ano após Branca Bacci Brunelli ter entrado com a ação. No entanto, a decisão ainda cabe recurso.

"O que me motivou a processar a boate não foi o dinheiro, foi porque eu não quero que isso aconteça com mais nenhuma pessoa trans [...] isso mostrou o quanto nós ainda somos desreipeitadas e o quanto a nossa identidade de gênero feminino é desreipeitada porque muita gente ainda nós vê como homens. Eu fui vista como um homem folgado, que tava querendo só me dar bem e ainda tive a audácia de querer processar", disse a jovem.

Constrangimento
Em novembro de 2015, a jovem transexual entrou com um processo civil contra a casa noturna Banana República após se sentir constrangida na entrada da boate.
Mesmo com a apresentação de um laudo psicológico que aponta sua identidade feminina, Branca conta que foi obrigada a comprar o ingresso masculino para entrar. No processo, ela exigia uma indenização de R$ 15.575 por danos morais à dignidade humana, no entanto, o valor concedido pelo juiz foi R$ 2,5 mil.

"Porém, não existem dúvidas acerca do sofrimento íntimo causado pela ré por meio de sua abordagem desarrazoada, sobretudo por se tratar de estabelecimento noturno, de diversão [...] não se pode desconsiderar, ademais, que os transexuais já figuram entre as minorias mais estigmatizadas da sociedade brasileira, suportando, diariamente, o preço de não assimilarem os padrões culturais dominantes", diz o juiz na sentença.

Reparação
O advogado de Branca, Filippe Martin Del Campo Furlan, disse que apesar da decisão do juiz ser favorável, o valor da indenização não serve para reparar uma situação de constrangimento.
"O juiz reconheceu que ela passou por uma situação discriminatória. [...] a questão que o valor de R$ 2,5 mil é baixo, valor que não serve nem para reparação e nem como forma de desistimular que quem causou volte a causar. Então, por mais que a sentença tenha sido muito boa no sentido de reconhecer a identidade de gênero, que é essa discussão nova. Então, a gente pretende recorrer", afirma.
Branca disse também que considera a decisão do juiz uma vitória e que vê como um primeiro passo para que as identidades femininas sejam respeitadas.


"Eu me sinto na obrigação de fazer alguma coisa pelas minhas iguais. Quero reverter essa situação [...] Eu acredito que a minha vitória seja um passo para que nós sejamos respeitadas. A minha família me reconhece como mulher, a universidade, que é católica, me reconhece como mulher, aceitaram minha mudança de nome. E estou com um processo legal para mudar nome e gênero e daí vem uma boate cobrar ingresso masculino para desreipeitar tudo isso", conclui.
A boata Banana República foi procurada pela reportagem, mas até a publicação da reportagem, ninguém foi encontrado para comentar o caso.

Ingresso masculino
Em 2015, Branca disse ao G1 que na entrada do estabelecimento teve que apresentar o RG, documento ainda com o nome masculino de registro. O processo para a troca definitiva do nome e sexo no documento, e inclusive na certidão de nascimento, está em andamento.
Branca disse também que já tinha frequentado a casa noturna outras vezes e que ainda não havia passado por esse tipo de situação.

Na época, a direção da boate informou que, independentemente do processo, iria adotar mudanças na cobrança dos ingressos para que transexuais paguem segundo o gênero.
Problema ao registrar ocorrência

Após o ocorrido na casa noturna, na época, o estudante também teve problema para registrar boletim de ocorrência na Delegacia da Mulher de Campinas. O caso precisou ser encaminhado para outro distrito policial por conta do "sexo masculino" oficial.
O "gênero feminino" da jovem só foi inserido no boletim porque ela insistiu para as funcionárias, conforme a foto do registro. [abaixo]


Mudanças no registro de B.O.
Em novembro de 2015, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) anunciou uma mudança no registro dos boletins de ocorrência nas delegacias do estado. A alteração prevê, além do campo específico para o nome social, espaços pré-definidos para preencher o gênero e a motivação do crime por orientação sexual.
Direitos

A lei estadual 10948 de 2001 protege os cidadãos homossexuais, bissexuais ou transgêneros de discriminações sofridas em razão da orientação sexual, mas a discriminação contra eles ainda não é considerada crime. O ato discriminatório é apurado a partir de um processo administrativo.
Atos como frequentar o banheiro de acordo com o gênero ou outros ambientes segmentados são garantidos pela constituição federal.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera a transexualidade como um transtorno de identidade de gênero, que acontece quando a pessoa se enxerga no sexo oposto ao qual nasce. Não necessariamente a pessoa precisa operar para se encaixar como tal.

BELEZA MADURA: VERA FISCHER COMPLETA 65 ANOS DE PURA BELEZA

Vera Fischer chega aos 65 anos: reveja os cliques sensuais da atriz ao longo da carreira



Se o Brasil tem uma diva ela se chama Vera Fischer. A atriz, linda, talentosa e demasiadamente humana, chega neste domingo, 27, aos 65 anos. Parece inacreditável que o “anjo louro”, como era destacada em muitas chamadas da extinta revista “Manchete” já seja uma senhora.
Ainda assim, Vera traz na alma uma sensualidade latente. Capa de revistas masculinas, a última delas aos 49 anos, na qual se despiu de qualquer pudor em locações no meio de Paris.

Vera Fischer fez o que quis de sua vida, colecionou polêmicas, deu a volta por cima inúmeras vezes e hoje vive mais reclusa. Os tempos de festas regadas a muita dança e flagras inusitados ficaram no passado da deusa. Reveja alguns dos cliques mais sensuais e as capas de revista da qual Vera era rainha.
Confira, grandes momentos da carreira desta linda mulher, acessando:
http://asgatasdoculturarteen.blogspot.com.br/2016/12/vera-fischer-perfeita-aos-65-anos.html